Podcast 2 em 1 #85 – Heróis/Livros: Jó

Nesse episódio, Davi, Junior e Cacau vão fundo no livro e na história de Jó e todos os seus aprendizados! (Duração – 1:19:09)

Links:

Dropbox do 2 em 1
Google: Podcast Cacau
Jó Sendo Torturado

Acompanhe o Juntos em 1 Nas Redes Sociais:

Facebook
Twitter
YouTube

iTunes:

Assine!

Feed:

Assine!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • Robert Guedes

    Ontem eu ouvi o podcast Calvinismo e Arminianismo, gostei muito, Vocês estão de parabéns! Bem, então baixandooooo JÓ para ouvir mais tarde. Obrigado por compartilhar o conhecimento de vocês. Grato!

  • Acho que Jó fui um dos primeiros personagens que estudei mais a fundo, para conhecer melhor. E é incrível como ele foi paciente e aguardou a resposta do Senhor. Ok, Deus chamou a atenção dele em alguns pontos, mas ele se manteve fiel.

    Abraço
    EddieTheDrummer (PADD)

  • Silvana Oliveira E Silva

    Acabando de ouvir hahahaha
    Pensando nos velhinhos arrogantes da Convenção Batista blábláblá. Deveriam mandar o autor da idéia (e os apoiadores), pro consultório de Geriatria. Abafemos o caso.
    E o Leviatã era um dinossauro (emoji de olhos esbugalhados)!
    Realmente Jó é riquíssimo. Penso num personagem real, mas tenho dificuldade em encaixar a narrativa do plano espiritual como revelada ao próprio Jó ou ao escritor, e passo a vida toda matutando se foi mexerico de algum anjo, ou se Deus quebrou o sigilo do bate papo com o coisa ruim.
    Já pensei nessa conversa como uma alegoria ou visão que o escritor do livro teve em sua mente, a forma com que ele traduziu o entendimento da época sobre a relação entre Deus e o mal, em seu próprio tempo e cultura. É tanta viagem que os neurônios já chegaram no limite e daí em diante o raciocínio pifa rs.
    Enfim… inesgotável. Parabéns pela discussão madura.

  • Leandro Ramos

    Nunca, em toda a minha vida, entendi o motivo para Deus ter permitido que Jó fosse moído dessa forma. E jamais vou entender como alguém pode dizer que o último estado dele foi melhor que o primeiro. Na minha opinião, os filhos dele morreram à toa. Não há coisas boas nessa história.

    Deus o humilha desde o começo, não é só na hora que Deus se revela, mas desde a hora em que deixou Satanás moer o coitado.